Notícias
Cultivo de Algas
Cultivo de Camarões
Cultivo de Moluscos
Cultivo de Peixes
Mercado
Geral
12 de Novembro de 2023 Nicanor María Sánchez
127 projetos buscam financiamento do MPA

Edital de chamamento público ofereceu R$ 10 milhões para custear as melhores 20 propostas

 

 

Lançado no início de outubro e aberto a inscrições até o último dia 5, o edital de chamamento público nº 1/2023, com o qual a Secretaria Nacional de Aquicultura ofertou R$ 10 milhões para financiar projetos na sua área de atuação, teve 127 propostas inscritas.

O número foi considerado excelente pela secretária nacional de Aquicultura, Tereza Nelma. Como há um limitador de R$ 500 mil no valor máximo do projeto a ser financiado, significa que 20 podem ser escolhidos. Ou seja, a demanda foi seis vezes maior do que a capacidade do edital.

“As propostas precisam deixar evidente a competência técnica para a execução do projeto, incluindo a comprovação da presença de um especialista no campo”, explica a secretária. Os projetos inscritos estão sendo avaliados por uma comissão. Em seguida, serão mandados à seleção final. A previsão é que isso ocorra até o próximo dia 23.

Para seguir, o projeto deverá obrigatoriamente ser assinado por uma organização da sociedade civil (OSC) e cumprir todas as formalidades pedidas no edital. “A inciativa que reunir inovação, conhecimento e técnicas que ajudem a aumentar a produtividade no cultivo do pescado e a melhora a vida da comunidade terão peso maior na nossa avaliação”, afirma Tereza Nelma.

 

 

Você sabia?

O Ministério da Pesca e Aquicultura lançou no dia 31 de outubro, a edição 2023 do Boletim da Aquicultura em Águas da União. Ela compila os dados enviados pelos empreendedores autorizados a cultivar pescados em rios e lagos federais ou ao longo da costa brasileira.

Segundo o documento, a produção aquícola declarada nas águas da União fechou o ano de 2022 em 119,4 mil toneladas de pescado, incluindo peixes, moluscos — mexilhões, ostras, vieiras — e algas. Trata-se de um aumento de 25% em relação ao ano anterior. A produção gerou cerca de 22 mil empregos, sendo 4.400 diretos e 17.600 indiretos. Há, atualmente, 1.464 contratos vigentes entre a União e aquicultores brasileiros.

A piscicultura em tanques-rede produziu 109.618,71 toneladas de peixes nos reservatórios de hidrelétricas, representando 91,7 % da produção aquícola em águas da União. A principal espécie produzida foi a tilápia. O reservatório que mais produziu peixes foi o de Ilha Solteira, na divisa dos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais, com produção de 30,3 mil toneladas em 2022.

 

 

Já a produção de moluscos no mar, incluindo mexilhões, ostras e vieiras, foi de 9,2 mil toneladas. O estado de Santa Catarina é responsável por cerca de 95% dessa produção. As algas acumularam 124 toneladas, com destaque para a Kappaphycus alvarezii como a principal espécie utilizada. Essa alga é matéria-prima para extração de carragena, espessante usado na indústria de alimentos.

Fonte: Ministério da Pesca e Aquicultura

https://www.gov.br/mpa/pt-br/assuntos/noticias/127-projetos-inscritos-buscam-financiamento-do-mpa

 

 

Categorias
Charges
Capa Que ventania!
Que ventania!
Charge Edição nº Publicado em 18/09/2023
Informativo

Assine nosso informativo para receber promoções, notícias e novidades por e-mail.

+55 (48) 9 9646-7200

contato@aquaculturebrasil.com

Av. Senador Gallotti, 329 - Mar Grosso
Laguna - SC, 88790-000

AQUACULTURE BRASIL LTDA ME
CNPJ 24.377.435/0001­18

Top

Preencha todos os campos obrigatórios.

No momento não conseguimos enviar seu e-mail, você pode mandar mensagem diretamente para contato@aquaculturebrasil.com.

Contato enviado com sucesso, em breve retornamos.

Preencha todos os campos obrigatórios.

Preencha todos os campos obrigatórios.

Você será redirecionado em alguns segundos!