Notícias
Processamento
21 de Março de 2022 Aquaculture Brasil
Produção de caviar na Rússia está em crescimento

A iguaria é cada vez mais cara e cada vez mais procurada. A região de Astracã, na Rússia, é uma das maiores produtoras, no ano de 2002  a empresa Beluga entrou para o mercado da aquicultura.

 

 

São 11 mil esturjões, em 2 hectares de reservatórios, que equivalem a 250 toneladas.Tradicionalmente, os peixes eram mortos para recolher as ovas, mas agora a extração é feita através de movimentos de massagem. A Beluga foi a primeira empresa a romper com os métodos tradicionais, após a extração das ovas, os peixes são colocados em tanques de recuperação.

As condições de produção tentam aproximar-se ao ambiente natural e até se imita a água corrente do Volga para guardar  mais puro possível o sabor do caviar.

Os estoques de esturjão no mar diminuiram cerca de 90% nas últimas duas décadas. Mas para tentar manter o ecossistema e aumentar a população na natureza, alguns dos peixes da Beluga são libertados no Mar Cáspio.

 

 

De acordo com o Ministério da Agricultura russo, a indústria pesqueira da região de Astracã produziu mais caviar do que no ano passado.

"No ano passado, o caviar negro produzido pelas indústrias pesqueiras da região de Astracã aumentou em 7%. Produziram cerca de 15 toneladas de caviar negro destinado ao consumo e reprodução", explica Yevgeny Igorevich Sukhov, analista comercial do Departamento de Aquacultura e Reprodução de Biossistemas do Departamento de Pescas do Ministério da Agricultura da região de Astracã.

Durante o primeiro semestre do ano, foram produzidas 1.158 toneladas de esturjão, o que é quase 25% mais do que no mesmo período em 2019.

"O melhor indicador da força do mercado, é o aumento das empresas que estão a criar esturjões. Neste momento, temos 37 empresas deste tipo e o seu número está a crescer", diz Sukhov.

 

 

Para além da diminuição dos estoques de esturjões, as grandes belugas são também uma ocorrência rara agora, com a pesca excessiva  ameaçarndo sua existência. O maior esturjão de Beluga documentado foi encontrado no século XIX, no rio Volga e pesava 1.571 Kg e media 7,2 metros de comprimento.

 

Fonte: Euronews

 

Veja também:

Rizicultura se transforma em berçário para espécie de salmão ameaçada na Califórnia

“Sistema verticalizado representa o futuro da piscicultura brasileira”

 

Categorias
Charges
Capa quando o cão pastor é de um produtor de peixes
quando o cão pastor é de um produtor de peixes
Charge Edição nº 22 Publicado em 28/07/2021
Informativo

Assine nosso informativo para receber promoções, notícias e novidades por e-mail.

+55 (48) 9 9646-7200

contato@aquaculturebrasil.com

Av. Senador Gallotti, 329 - Mar Grosso
Laguna - SC, 88790-000

AQUACULTURE BRASIL LTDA ME
CNPJ 24.377.435/0001­18

Top

Preencha todos os campos obrigatórios.

No momento não conseguimos enviar seu e-mail, você pode mandar mensagem diretamente para contato@aquaculturebrasil.com.

Contato enviado com sucesso, em breve retornamos.

Preencha todos os campos obrigatórios.

Preencha todos os campos obrigatórios.

Você será redirecionado em alguns segundos!