Notícias
Cultivo de Peixes
13 de Maio de 2021 Jéssica Brol
Retomada da produção de tilápia no Castanhão é adiada mais uma vez

Piscicultores que atuam no açude Castanhão apontam a impossibilidade da retomada da produção de tilápia em cativeiro na bacia do maior reservatório do Ceará.

Segundo os produtores, o baixo volume do reservatório, a suspensão da transposição das águas do rio São Francisco, chuvas reduzidas e liberação do recurso hídrico para o Eixão das Águas impediram o desenvolvimento do trabalho deles.

A nossa esperança já se acabou, foi curta, não durou nem um mês para a ampliação das gaiolas com tilápia no Castanhão. E só podemos esperar por Deus e aguardar o ano que vem”. A frase em tom de lamento é do piscicultor Laudo Clementino, que ainda resiste e mantém um pequeno criatório em tanques-rede no local.

A secretaria de Desenvolvimento Econômico e Aquicultura de Jaguaribara apontou que, neste ano, com o cenário atual não há mais como retomar e ampliar a produção de tilápia no gigante Castanhão porque o volume permanece reduzido.

Para a titular da pasta municipal, Lívia Barreto, a suspensão da transposição do rio São Francisco para o Ceará por 45 dias piorou ainda mais o cenário. A secretária mostra preocupação com o quadro atual. “Havia sim uma expectativa de que neste ano a produção seria retomada com a chegada das águas do São Francisco”, disse.

Lívia Barreto frisou que centenas de produtores estão com dívidas rurais nos bancos oficiais devido às perdas com os eventos de mortandade e a impossibilidade de pagar os financiamentos contratados. “Os piscicultores estão sem crédito porque permanecem devedores e também não há licença ambiental para a retomada dos criatórios com o volume atual”. 

A autorização para a instalação de gaiolas só é concedida quando o reservatório atinge pelo menos, 20%. A economia local sofre o impacto da crise no setor de piscicultura: queda de receita em torno de 70%, segundo a prefeitura, e centenas de desemprego.  Atualmente o açude Castanhão acumula apenas 12% de sua capacidade.

Em 2012, o Castanhão estava entre os maiores produtores do País, assumindo o ranking em 2013 com pouco mais de 22 mil toneladas de tilápia produzidas naquele ano, beneficiando em torno de duas mil famílias com empregos diretos e indiretos.

Atualmente, o Castanhão produz apenas 300 toneladas de tilápia por mês, com apenas 40 piscicultores que se mantêm na atividade.

Fonte: Diário do Nordeste

Veja também:

A matemática da aquicultura: otimizando a produção aquícola com auxílio de modelos matemáticos

Tratáguas - tratamento de águas

Categorias
Charges
Capa quando o cão pastor é de um produtor de peixes
quando o cão pastor é de um produtor de peixes
Charge Edição nº 22 Publicado em 28/07/2021
Informativo

Assine nosso informativo para receber promoções, notícias e novidades por e-mail.

+55 (48) 9 9646-7200

contato@aquaculturebrasil.com

Av. Senador Gallotti, 329 - Mar Grosso
Laguna - SC, 88790-000

AQUACULTURE BRASIL LTDA ME
CNPJ 24.377.435/0001­18

Top

Preencha todos os campos obrigatórios.

No momento não conseguimos enviar seu e-mail, você pode mandar mensagem diretamente para contato@aquaculturebrasil.com.

Contato enviado com sucesso, em breve retornamos.

Preencha todos os campos obrigatórios.

Preencha todos os campos obrigatórios.

Você será redirecionado em alguns segundos!