Colunas
Ranicultura
29 de Junho de 2022 Andre Muniz Afonso
Ranicultura Digital, um projeto de extensão alinhado com as demandas do campo

 

 

No dia 27 de abril de 2022, o Projeto Ranicultura Digital chega à sua 20ª edição. É a consagração de uma ideia que surgiu no ano de 2020, em função da pandemia de Covid-19, que nos impôs um isolamento social e, consequentemente, um distanciamento maior entre os centros de P&D e o setor produtivo. O projeto se baseia na apresentação de temas variados relacionados ao universo da ranicultura, na forma de lives (reuniões) mensais abertas ao público, sempre às últimas quartasfeiras do mês, às 19h (novo horário em 2022).

Iniciamos com a exibição das lives por dois canais nacionais - um perfil no YouTube (canal do Prof. Andre Muniz) e um grupo no Facebook (Grupo de Ranicultura) - ambos às 18h, no mês de setembro de 2020. A partir de fevereiro de 2021 passamos também a transmitir para um perfil do Facebook (Revista Divulgación Acuícola), simultaneamente, no horário da Cidade do México, o que fez do projeto uma iniciativa internacional. Juntos, esses canais reunem mais de 8.600 pessoas.

O projeto é coordenado pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), na pessoa dos professores Andre Muniz Afonso e Carlos Eduardo Zacarkim, que contam com uma equipe multi-institucional, composta por professores, técnicos e pesquisadores do Instituto de Pesca (Cláudia Maris Ferreira e Adriana Sacioto Marcantonio), da Fundação Instituto de Pesca do estado do Rio de Janeiro - FIPERJ (André Luiz Medeiros de Souza, Andrea Bambozzi Fernandes e Marcelo Maia Pereira), da Universidade Federal Rural da Amazônia – UFRA (Leonardo Vaz Pereira), da Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG (Galileu Crovatto Veras e Lilian Viana Teixeira), da Universidade Federal de Sergipe – UFS (Thiago Bernardes Fernades Jorge), da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do estado do Rio de Janeiro – EMATER-RIO (José Henrique Carvalho de Moraes), da Universidade Federal da Grande Dourados – UFGD (Fabiana Cavichiolo), da Revista Divulgación Acuícola (Fabián Garcia), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA (Rui Donizete Teixeira) e da Embrapa Agroindústria de Alimentos – CTAA (André Yves Cribb).

 

 

 

 

Ainda que as reuniões sejam ao vivo, aqueles que não têm a oportunidade de assistir em tempo real, podem revisitar todos os temas discutidos e formular perguntas, mesmo após o encerramento. Dessa forma, contamos com um banco de informações valioso, que pode servir de consulta, estudo e material para o desenvolvimento futuro de trabalhos, parcerias e projetos de pesquisa e extensão. No ano de 2020 foram realizadas quatro lives, com os temas: 1) Como o Associativismo/Cooperativismo pode auxiliar a cadeia ranícola?; 2) Panorama da Ranicultura no Equador; 3) Análise e bate-papo sobre o Encontro Nacional de Ranicultura (ENAR 13 & TECHNOFROG 4); e 4) Receitas com carne de rã.

No ano de 2021 foram 12 reuniões e em 2022 já contamos com quatro novas lives! Acesse o youtube e confira (https://www.youtube.com/c/andremunizafonsoprof/videos). Outra novidade dentro do projeto foi a Sessão de fotos dos produtores, que figura em algumas das lives. Previamente às reuniões, recebemos fotos de produtores interessados em mostrar aos participantes as suas instalações, logomarcas e produtos. Trata-se de uma forma de melhorar a intercomunicação entre os ranicultores e atrair interessados de forma geral.

De acordo com a proposta de criação do projeto, espera-se que ao longo do tempo, o setor ranícola possa contar com informações atualizadas, de qualidade e embasadas técnica e cientificamente, de maneira que a cadeia possa atingir maior sustentabilidade economicossocioambiental.

Aproveite para navegar no projeto! Criamos um link com a playlist completa. Seja muito bem-vindo, curta e compartilhe as boas informações, precisamos divulgar aquilo que é bom e positivo.

Saudações ranícolas!

 

 

 

 

Faça o download e confira o texto completo com todas as ilustrações. Clique aqui

Anterior
Próxima
Patrocínio do colunista Andre Muniz Afonso
Colunista
Capa do colunista Andre Muniz Afonso
Andre Muniz Afonso

Formado em Medicina Veterinária pela Universidade Federal Fluminense (UFF/2000), com mestrado em Medicina Veterinária (Área de concentração: Patologia e Reprodução Animal-UFF/2004) e doutorado em Medicina Veterinária (Área de concentração: Higiene Veterinária e Processamento Tecnológico de Produtos de Origem Animal-UFF/2016). Desde 2009 é professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR), no Setor Palotina (Palotina/PR), sendo responsável pelas disciplinas de Tecnologia do Pescado, Ranicultura e Análise Sensorial de Alimentos e Bebidas, bem como pelo Laboratório de Ranicultura (LabRan-UFPR). Tem experiência na produção, beneficiamento, industrialização e sanidade de organismos aquáticos, tendo atuado em diversos órgãos voltados a esta temática. Atua principalmente nos seguintes temas: Processamento e Inspeção Higienicossanitária de Produtos de Origem Animal, Vigilância Sanitária, Aquicultura, Sanidade Aquícola e Extensão Rural.

Categorias
Charges
Capa quando o cão pastor é de um produtor de peixes
quando o cão pastor é de um produtor de peixes
Charge Edição nº 22 Publicado em 28/07/2021
Informativo

Assine nosso informativo para receber promoções, notícias e novidades por e-mail.

+55 (48) 9 9646-7200

contato@aquaculturebrasil.com

Av. Senador Gallotti, 329 - Mar Grosso
Laguna - SC, 88790-000

AQUACULTURE BRASIL LTDA ME
CNPJ 24.377.435/0001­18

Top

Preencha todos os campos obrigatórios.

No momento não conseguimos enviar seu e-mail, você pode mandar mensagem diretamente para contato@aquaculturebrasil.com.

Contato enviado com sucesso, em breve retornamos.

Preencha todos os campos obrigatórios.

Preencha todos os campos obrigatórios.

Você será redirecionado em alguns segundos!