Colunas
Nutrição Aquícola
15 de Junho de 2022 Artur Nishioka Rombenso
Nutrição e genética: eficiência alimentar em foco

 

 

Programas de melhoramento genético são ferramentas essenciais para o sucesso de uma indústria visando obter características de interesse (robustez, crescimento, teor de gordura, coloração, rendimento de filé, entre outros) por meio da seleção de organismos que demonstrem tais características. O nosso grande colunista, Rodolfo Luís Petersen, define e discute claramente esse tópico em uma série de colunas na Aquaculture Brasil (Genética), cuja leitura recomendo.

Eficiência alimentar é uma característica bem relevante para as áreas de nutrição e genética e também para o produtor. Recentemente esse tópico vem recebendo bastante atenção devido à sua influência direta na sustentabilidade da operação. O grande desafio consiste na medição precisa do consumo de ração a nível de indivíduo. Na indústria aquícola, parâmetros zootécnicos incluindo taxas de consumo e conversão alimentar aparente são calculados por unidade experimental (tanque, viveiro) que representa a média da população de indivíduos. Conforme mencionado anteriormente, uma das características desejadas incluídas em programas de melhoramento genético consiste no crescimento, enquanto que a eficiência alimentar pode ser negligenciada devido à dificuldade em adquirir essa característica fenotípica. Nesse contexto, surgem várias perguntas: Crescimento mais rápido decorre de maior eficiência? Qual incremento em taxas de conversão alimentar pode ser adquirido?

 

 

 

 

Esse ano foi divulgado que pesquisadores noruegueses estão buscando melhorar taxas de conversão alimentar do salmão1 . Resultados preliminares sugerem um incremento de 10% nas taxas de conversão alimentar aparente, resultando em uma economia de até 222 milhões de dólares americanos por ano e reduzindo a pegada de carbono em 7%. A tecnologia se baseia em inteligência artificial e uso de algoritmos complexos para acompanhar o consumo de ração, que foi mensurado pela adição de marcadores-rádio na ração e medido por raio-x. Outro exemplo é de uma empresa vietnamita que cria barramundi (robalo asiático) e acredita em uma melhora de 12% nas taxas de conversão alimentar2 . A estratégia deles consiste em medir eficiência alimentar através de restrição alimentar. Organismos que mantêm o peso durante restrição alimentar de curto período são correlacionados com melhor conversão alimentar.

Acredito que mais exemplos estão por vir nos próximos anos pelo fato de que a maior parte da pesquisa e desenvolvimento nessa área é mantida em confidencialidade pelas empresas. Espero ter trazido um tema novo e otimista para você leitor, ilustrando o potencial de interações de duas grandes áreas aquícolas.

 

 

 

 

Faça o download e confira o texto completo com todas as ilustrações. Clique aqui

 

Anterior
Próxima
Patrocínio do colunista Artur Nishioka Rombenso
Colunista
Capa do colunista Artur Nishioka Rombenso
Artur Nishioka Rombenso

Artur N. Rombenso é oceanólogo Brasileiro de 28 anos e doutor em Nutrição aquícola pela Southern Illinois University Carbondale – EUA. Atualmente é professor/pesquisador no Instituto de Oceanografia na Universidade Autônoma de Baja California – México. Nos últimos 5 anos o Artur vem trabalhando com nutrição de peixes com ênfase em fontes alternativas de lipídeos e requerimentos de ácidos graxos. Possui vários trabalhos publicados em revistas científicas e técnicas, nacionais e internacionais, e ganhou 5 prêmios de melhor trabalho científico durante seu doutorado. Possui também grande experiência internacional participando e colaborando em projetos de pesquisa e extensão em mais de 7 países. Além do lado acadêmico, Artur auxilia na coordenação de pesquisa, extensão e produção de uma maricultura em Angra dos Reis – RJ. As principais linhas interesse se extendem desde nutrição (organismos aquáticos e humanos) à aquacultura, maricultura, lipídeos, ácidos graxos, e qualidade nutricional de frutos do mar. 

E-mail: arturnr@yahoo.com.br

Skype: artur.nishioka

CV: Research Gates

Categorias
Charges
Capa quando o cão pastor é de um produtor de peixes
quando o cão pastor é de um produtor de peixes
Charge Edição nº 22 Publicado em 28/07/2021
Informativo

Assine nosso informativo para receber promoções, notícias e novidades por e-mail.

+55 (48) 9 9646-7200

contato@aquaculturebrasil.com

Av. Senador Gallotti, 329 - Mar Grosso
Laguna - SC, 88790-000

AQUACULTURE BRASIL LTDA ME
CNPJ 24.377.435/0001­18

Top

Preencha todos os campos obrigatórios.

No momento não conseguimos enviar seu e-mail, você pode mandar mensagem diretamente para contato@aquaculturebrasil.com.

Contato enviado com sucesso, em breve retornamos.

Preencha todos os campos obrigatórios.

Preencha todos os campos obrigatórios.

Você será redirecionado em alguns segundos!