Colunas
Empreendedorismo Aquícola
19 de Novembro de 2021 André Camargo
Múltiplos usos da água

 

 

Me lembro bem, na década de 2000, quando no CONAMA e CONAPE se discutia muito os múltiplos usos da água, confesso que naquele momento pouca importância era dada à aquicultura e muito pouco se discutia em relação ao uso da água para produção de organismos aquáticos.

Hoje por sua vez, devido à importância conquistada por nossa atividade, chegou o momento de exaustivamente discutirmos relações de outras atividades humanas com a aquicultura em relação ao uso de nosso maior bem, a água.

Acredito que a aquicultura deve ser menos importante apenas do que o consumo humano de água potável e a geração de energia elétrica, porém muitos outros usos se inter-relacionam conosco e devemos nos aprofundar com cada uma dessas relações. Irrigação, indústria, esgotamento sanitário, turismo entre outros, são usos de água que de alguma forma podem se relacionar com nossa aquicultura.

O abastecimento público de água potável por exemplo classifica as águas de tal forma que limita muito os demais usos e se justifica tamanha a nobreza desta participação em nossa sociedade. A geração de energia por sua vez possui regras muito claras em suas concessões e o respeito às cotas, vazões e etc fazem-se fundamentais, sabemos que muitas vezes concessionárias de energia de nosso país extrapolaram cotas mínimas, vazões máximas e outros parâmetros, mais isso vem diminuindo e a fiscalização da própria sociedade vem aumentando. Como uma grande parcela de nossa produção aquícola é oriunda de reservatórios de usinas hidrelétricas, devemos ficar atentos e sempre buscar o diálogo para que este convívio seja saudável e garanta a viabilidade de todos.

 

 

 

 

O uso de águas para a criação de organismos aquáticos enfrenta nos últimos anos, ao longo de todo o Brasil, o conflito com duas atividades principais: o esgotamento sanitário de cidades que polui os corpos d´água e causa mortalidades e contaminações e a lixiviação de fertilizantes e pesticidas agrícolas que em muitos casos já causou estragos na produção agrícola do Brasil.

Concluindo, precisamos mais do que nunca sermos responsáveis por nossos atos e cobrar os demais atores de nossa sociedade em relação ao uso múltiplo da água, é direito de todos o acesso a água de qualidade e, portanto, temos o dever de zelar cada vez mais por nosso bem maior, a aquicultura só é capaz de ser uma atividade forte e pujante com água de qualidade e por este motivo devemos estimular a participação dos aquicultores em todas as instâncias que discutam o uso da água.

Que este seja o primeiro de muitos textos tratando deste tema, boa leitura.

Faça o download e confira o texto completo com todas as ilustrações. Clique aqui

 

 

Anterior
Próxima
Patrocínio do colunista André Camargo
Colunista
Capa do colunista André Camargo
André Camargo

– Zootecnista
– Pós-graduado em Gestão Agro-industrial pela UFLA.
– Mestre em Aquicultura pelo Caunesp.
– Sócio fundador da Escama Forte.

Categorias
Charges
Capa quando o cão pastor é de um produtor de peixes
quando o cão pastor é de um produtor de peixes
Charge Edição nº 22 Publicado em 28/07/2021
Informativo

Assine nosso informativo para receber promoções, notícias e novidades por e-mail.

+55 (48) 9 9646-7200

contato@aquaculturebrasil.com

Av. Senador Gallotti, 329 - Mar Grosso
Laguna - SC, 88790-000

AQUACULTURE BRASIL LTDA ME
CNPJ 24.377.435/0001­18

Top

Preencha todos os campos obrigatórios.

No momento não conseguimos enviar seu e-mail, você pode mandar mensagem diretamente para contato@aquaculturebrasil.com.

Contato enviado com sucesso, em breve retornamos.

Preencha todos os campos obrigatórios.

Preencha todos os campos obrigatórios.

Você será redirecionado em alguns segundos!