Principal produto Edição 10 – Janeiro/Fevereiro de 2018

Edição 10 – Janeiro/Fevereiro de 2018

Edição 10 – Janeiro/Fevereiro de 2018

R$25,00

Certamente você já ouviu falar no peixe “panga”. Mas e no “panga BR”,  já ouviu falar? Essa denominação é utilizada pelos produtores desse peixe, que é a aposta de alguns produtores, em especial do estado de São Paulo. O cultivo da espécie, que é exótica,  já foi regularizado em SP e alguns outros estados já demonstraram interesse. Saiba mais sobre esse artigo que abre a 10° edição da Revista Aquaculture Brasil e ainda tem mais sobre Peixes ornamentais, Sistemas de cultivos de microalgas, Sanidade, Aspectos construtivos para viveiros de piscicultura comercial, e muito mais!

REF: revista-aquaculture-brasil-edicao-10 Categoria Tag:

Descrição

Artigos
1. Aquicultura ornamental de água doce – Parte III
2. Cooperativa de Pesca e Aquicultura de Goiás (COOPAQ): o início da caminhada
3. Sistema laminar de cultivo de microalgas – SLCA
4. A nova aposta da aquicultura brasileira: muito prazer, Panga BR
5. Construções de viveiros para piscicultura comercial – Parte III
6Streptococcus agalactiae: um velho e indesejável conhecido ressurge com novidades
7. Kafta de camarão: uma alternativa de novos produtos à base de pescado
8. Brasil marcando presença na seafood north america 2018

Colunas
1. Sistemas de Cultivo de Microalgas – Parte II (Biotecnologia de algas).
2. Bioflocos para camarões na Ásia: o que o futuro nos espera? (Green technologies).
3. Raio X (Empreendedorismo aquícola).
4. Soja: herói ou vilão? (Nutrição).
5. PEIXE BR X ABCC (Atualidades e tendências na aquicultura).
6. Novos desafios (Aquicultura de Precisão).
7. Aquicultura na Argentina: potencial de cultivo de tilápia (Aquicultura Latino-americana).
8. Como avaliar a qualidade das desovas de peixes marinhos pelágicos de desovas múltiplas (Piscicultura Marinha).
9. Sedimentadores (Recirculating aquaculture systems).
10. Columnariose: estratégias de prevenção (Tecnologia do pescado).
11. Monitoramento da qualidade da água: fatores físicos (Ranicultura).
12. Inovações tecnológicas: Sistema de Embalagem Multifresh

Entrevista
Daniel Garcia De Carvalho Melo (Presidente da AQUAMAT – Associação dos Aquicultores de Mato Grosso)

Defendeu
Lyzandra Laís de Almeida Lemos. Dissertação “O potencial hidrogeniônico (pH) como parâmetro indicador do uso abusivo do aditivo alimentar fosfato em pescado.”

Eles fazem a diferença
Bernardo Baldisserotto (professor e pesquisador na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).