Principal Artigos Inovação

Inovação

Integração universidade e empresa impulsiona avanços nutricionais na criação de atum

Aquaculture Brasil
0
O atum é uma das espécies de peixes mais apreciadas mundialmente e vem despertando o interesse no desenvolvimento de sua aquicultura, que está cada vez mais aprimorada. Embora a produção de juvenis seja incipiente, a engorda em tanques-rede com juvenis selvagens capturados já é realizada em vários países como Austrália, Espanha, Grécia, Japão e México, com uma produção anual de aproximadamente 50 mil toneladas (Wijkstrom, 2012).

Soft crab a partir do Callinectes sapidus: uma oportunidade de mercado

Aquaculture Brasil
0
Os crustáceos são cobertos por um rígido exoesqueleto, ou cutícula, que consiste num complexo quitina–proteína impregnada por cálcio, que age como uma barreira física ao meio ambiente, e para o animal crescer, é necessária a troca deste exoesqueleto. A ecdise, ou seja, a troca do exoesqueleto é feita periodicamente durante a vida da maioria dos artrópodes, incluindo os crustáceos. O período de uma ecdise à outra é conhecido como ciclo de muda.

Estudos nutricionais na Deakin University

Aquaculture Brasil
0
O Nutrition and Seafood Laboratory da Deakin University - Austrália, ou NuSea.Lab como e mais conhecido, e amplamente reconhecido por suas pesquisas aquícolas aplicadas tanto nacional quanto internacionalmente. Estabelecido em 2007 pelo professor Giovanni Turchini e pelo Dr. David Francis, sua visão consiste em “contribuir positivamente para o aprimoramento da sustentabilidade ambiental, viabilidade econômica e responsabilidade social dos setores de nutrição e pescado (frutos do mar)”, com uma missão especifica de “fomentar a pesquisa e o desenvolvimento inovador e oportuno como soluções para os setores de nutrição e pescado através de novas ideias, experimentação minuciosa e publicação dos resultados obtidos”.

3° High Quality Tilapia Congress – Desafios e Oportunidades da Aquicultura no Brasil

Aquaculture Brasil
0
À medida que necessitamos atender a crescente demanda mundial de alimentos, uma maior atenção e importância têm sido atribuídas à aquicultura como uma fonte futura de produção de proteína saudável e sustentável. No início deste ano, o Rabobank publicou um artigo intitulado “A ascensão do frango aquático”, destacando o crescente mercado da tilápia e sua oportunidade para suprir a cadeia global de proteína, além do potencial de produção junto aos países latino-americanos como futuros candidatos em abastecer o mercado doméstico, assim como o mercado mundial, em particular o grande mercado consumidor norte-americano.

Mídias biológicas para sistemas de recirculação em aquicultura (RAS)

Aquaculture Brasil
0
Segundo a FAO (2014), o número de pessoas que dependem da pesca e da aquicultura como fonte de renda e alimentação é cada vez maior, estimando que cerca de 10 % a 12 % da população mundial dependam diretamente dessas atividades. No Brasil o consumo per capita de produtos derivados do pescado deve aumentar nas próximas décadas, fazendo com que o setor seja cada vez mais dependente da aquicultura. Contudo, as ingerências dos recursos ambientais ameaçam a sustentabilidade da atividade, especialmente no uso da água e na devolução da mesma sem tratamento ao ambiente.

Aquaponia no Brasil – O que o futuro nos aguarda?

Aquaculture Brasil
0
A aquaponia é um sistema de produção de alimentos que integra a hidroponia (cultivo de plantas sem solo) e a aquicultura (cultivo de organismos aquáticos). Nela, os resíduos produzidos na água pelos peixes são transformados em nutrientes que serão utilizados por vegetais para crescimento e frutificação. Dessa forma, a aquaponia possibilita a reciclagem de água e substâncias orgânicas, reduzindo substancialmente o volume de água necessário para a produção de alimentos quando comparada aos sistemas tradicionais. Adicionalmente, a aquaponia produz menor quantidade de efluente e facilita seu tratamento para que possa ser utilizado de forma racional, evitando assim seu descarte inadequado no meio ambiente.

Vacinas contra parasitos de peixes – Uma realidade muito distante?

Aquaculture Brasil
0
Não é mais novidade que os surtos de doenças na aquicultura, por muitas vezes, ocorrem pela falta de boas práticas de manejo, alimentação inadequada e situações precárias de qualidade da água. Estes fatores contribuem para um cenário onde parasitos oportunistas se proliferem em curtos períodos de tempo. Sendo assim, é necessário intervir com medidas de controle sanitário, após fazer um correto diagnóstico para ter conhecimento sobre a doença parasitária, como o ciclo de vida e ecologia dos parasitos. Uma vez diagnosticada a doença, o tratamento ou medidas profiláticas, devem ser imediatos, a tempo de evitar perdas.