Principal Notícias Cultivo de Moluscos Pesquisadores criam novas linhagens de ostras resistentes à acidificação dos mares

Pesquisadores criam novas linhagens de ostras resistentes à acidificação dos mares

Pesquisadores criam novas linhagens de ostras resistentes à acidificação dos mares
0

A acidificação do mar está causando grandes problemas em moluscos bivalves, uma vez que afeta a capacidade de crescimento das conchas desses organismos.  Se essa tendência continuar, terá sérias implicações no futuro, como ostras menores ou conchas mais finas.

Atualmente, em Nova Gales do Sul – Austrália, a indústria gera em torno de 35 milhões de dólares com o cultivo de ostra da rocha de Sydney (Saccostrea glomerata), endêmica no país, com a ostra do Pacífico (Crassostrea gigas) e com a ostra plana nativa (Ostrea angasi).

Nesses casos, uma solução proposta seria o melhoramento genético de espécimes, para apresentarem taxa de crescimento mais rápido e uma maior resistência a doenças que podem alterar seus mecanismos de biomineralização, promovendo a resistência das conchas à acidificação.

Uma equipe liderada pela Dra. Susan Fitzer, do Instituto de Aquicultura da Universidade de Stirling, na Escócia, juntamente com cientistas da Universidade de Sydney, realizaram o estudo nesse local, com cepas de ostras de Sydney.

Pela primeira vez, conseguiram mostrar que ostras melhoradas geneticamente podem alterar seus mecanismos de biorremediação das conchas, promovendo resistência à acidificação.

Este trabalho permite demonstrar que a criação seletiva de ostras é provavelmente a melhor estratégia a ser seguida pela aquicultura para mitigar os efeitos do efeito estufa.

Fonte: Mi Peces