Principal Notícias Cultivo de Algas Grande investimento em pesquisa para o desenvolvimento da aquicultura

Grande investimento em pesquisa para o desenvolvimento da aquicultura

Grande investimento em pesquisa para o desenvolvimento da aquicultura
0

O Aquavitae é um consórcio científico intercontinental sobre o estudo da aquicultura no Oceano Atlântico e no interior dos continentes banhados por ele. Envolve pesquisadores e todo o setor produtivo, com o objetivo de aumentar a produção aquícola por meio de pesquisas a serem desenvolvidas nos próximos quatro anos.

De acordo com Eric Arthur Bastos Routledge, chefe de pesquisa e desenvolvimento da Embrapa Pesca e Aquicultura, o projeto trabalha em várias vertentes, mas tem foco principal em novas espécies. No Brasil, a Embrapa trabalha especialmente com o tambaqui e o pirarucu. Visa agora, o desenvolvimento de espécies de nível trófico baixo, como algas e moluscos.

O orçamento aprovado para o projeto é de 8 milhões de euros, mais de 35 milhões de reais, do programa Horizon 2020, da União Europeia. Serão 29 instituições que integram a rede de estudos, de 16 países americanos, africanos e europeus. Cada uma receberá um aporte específico para poder executar sua parte.

Segundo Eric, a produção da aquicultura, no Brasil hoje, resume-se a peixes de água doce, principalmente a tilápia e o tambaqui. Ele acredita que a partir da cadeia produtiva forte de tilápia, e em seguida de tambaqui, é possível ter a base de toda uma cadeia produtiva de insumos e de equipamentos que pode dar suporte à diversificação da aquicultura com novas espécies.

Fonte: Rádios EBC