Principal Notícias Cultivo de Moluscos Geoduck: um molusco de areia com tecnologia de criação desenvolvida

Geoduck: um molusco de areia com tecnologia de criação desenvolvida

Geoduck: um molusco de areia com tecnologia de criação desenvolvida
0

O Geoduck (Panopea spp.), molusco marinho, já possui pacote tecnológico completo, desde a reprodução, até larvicultura e engorda. É uma das espécies de maior demanda da indústria pesqueira na costa da Península de Baja California e Sonora. Pode alcançar até 3,25kg, com 25cm de concha, sendo sua principal característica um sifão alongado (até 1m de comprimento).

Devido alto valor de mercado, em 2007, o Instituto de Pesquisas Oceanológicas (IIO) da Universidade Autônoma de Baja California (UABC), começou a pesquisa para a reprodução dos moluscos. Proporcionou o desenvolvimento de seis fazendas comerciais e laboratório, com capacidade para produção de 300 mil sementes ano.

Em ambiente natural, encontra-se enterrado a uma profundidade de 0,6-1m. Sua alimentação é baseada em fitoplâncton, principalmente dinoflagelados e diatomáceas.

O cultivo é feito em sistema semi-intensivo, as etapas de pré-engorda e engorda são feitas em ambiente natural, em substrato de silte arenoso, com baixa corrente. A pré-engorda é opcional, mais comumente feita em cestos, por no máximo 1 mês. Já para engorda podem ser usados “domos” ou tubos de ABS. Consegue-se uma sobrevivência de 40-50% nos primeiros 2 anos, o tempo de cultivo é em torno de 3 a 4 anos, colhido com no mínimo 700g.

Até o momento não foram relatadas doenças no cultivo.

Saiba mais sobre o cultivo de Geoduck aqui!

Fonte: Gobierno de México