Principal Notícias Cultivo de Algas As algas são uma solução para o plástico no mar?

As algas são uma solução para o plástico no mar?

As algas são uma solução para o plástico no mar?
0

Em 2018, um estudo de imagens das Fossas Marianas, localizou resíduos plásticos com 11 mil metros de profundidade. A ONU afirma que até 2050 pode haver mais plástico do que peixes nos mares. Assim, juntamente com o aquecimento global, a proliferação de plásticos e microplásticos tornou-se um dos grandes problemas ambientais.

Um grupo de cientistas da Universidade de Tel Aviv está trabalhando em um projeto tecnológico que visa usar algas para criar uma geração de bioplásticos.

Eles usaram Haloferax mediterranei, bactérias que se alimentam de carboidratos de algas e, por fermentação, geram polihidroxialcanoatos, um tipo de poliéster. Os bioplásticos resultantes são completamente biodegradáveis ​​e não geram resíduo tóxico. Até agora, para obter esse tipo de plástico, utiliza-se recursos agrícolas, o que impossibilitava o processo. Mas através das algas marinhas, recurso abundante, os pesquisadores israelenses as consideraram como a base para esse novo produto, que pode ser degradado dentro de um ano.

Este projeto tecnológico também visa desenvolver métodos para converter os polímeros resultantes em plásticos com propriedades específicas, como sacos plásticos ou recipientes para alimentos.

Diversas pesquisas com produtos alternativos estão sendo realizadas, por exemplo, sacos de plástico feitos com fécula de batata são uma das técnicas mais estabelecidas. Uma alternativa similar é o uso de fécula de mandioca. Uma das soluções tecnológicas de maior interesse é a SoluBag, um tipo de bolsa solúvel desenvolvida por uma empresa chilena, que utiliza calcário no processo produtivo. Suas bolsas se dissolvem em água fria em cinco minutos, e libera apenas carbono.

Fonte: Investigación y Desarrollo