Principal Colunas Será uma crise?

Será uma crise?

Será uma crise?
0

Ao longo dos últimos 10 anos a tilapicultura brasileira vinha caminhando com relativa estabilidade em relação a produção, preços e mercado consumidor. Porém em meados de 2018 alguns fatores vieram a contribuir com um momento instável e que já perdura por alguns meses, preocupando os produtores.

Uma combinação de efeitos da macroeconomia e o inverno brasileiro parecem ter impactado esta atividade que há tempos não sofria assim. A diminuição do consumo da tilápia nos pontos de venda vem trazendo consigo alguns efeitos em cascata que deixam o setor em sinal de alerta e levam os empreendedores a buscar novas alternativas e vias de escoamento da produção.

Nas fazendas, os impactos são diversos, as vendas paralisadas ocasionam o aumento das densidades de estocagem nos tanques e desta forma algumas consequências podem ser sentidas. Aumento de densidade, problemas de fluxo de caixa, crescimento desordenado dos animais com aumento do peso médio de venda e o surgimento de doenças oriundas do aumento da densidade, são alguns dos problemas sentidos na pele pelo produtor.

Secundariamente, os produtores não conseguem dar sequência em seus povoamentos, pois suas estruturas estão lotadas e isso faz com que este processo ganhe dimensões ao longo do tempo, prejudicando despescas futuras e comprometendo a produção em meses seguintes em algumas localidades. Além do preço pago ao produtor que naturalmente caiu.

Por outro lado, podemos perceber movimentos estratégicos importantes que podem ser a chave do crescimento de nossa tilapicultura. Basicamente podemos verificar o aumento lento dos volumes destinados às exportações e também a diversificação dos mercados trabalhados pelas indústrias, versatilizando as vendas e atendendo mercados diferentes daquele das grandes redes de supermercados consumidoras de filés frescos. Com preços mais baixos, mercados mais populares estão sendo alcançados e talvez estejamos vivendo um ajuste do setor para a popularização de diversificação do mercado consumidor de tilápia no Brasil.

Assim, como todos sabem, a crise acaba se tornando uma oportunidade e faz com que as realidades habituais mudem e façam a expansão do mercado de forma natural. O produtor neste momento deve ter paciência, cuidado com a inadimplência e continuar sua luta diária para diminuir os riscos de uma possível falta de tilápias em um futuro próximo.

Faça o download da coluna em PDF: Clique aqui

 

tags: