Principal Notícias Cultivo de Camarões China oferta US$ 112 milhões em camarões de cultivo da Lim Shrimp Organization

China oferta US$ 112 milhões em camarões de cultivo da Lim Shrimp Organization

China oferta US$ 112 milhões em camarões de cultivo da Lim Shrimp Organization
0

Nos próximos dez anos, a empresa ecMax, gigante do comércio eletrônico da China, planeja comprar US$ 112 milhões em camarões e outros produtos de origem aquícola da Lim Shrimp Organization (LSO), da Indonésia, que representa um dos maiores empreendimentos de carcinicultura do mundo.

De 1987 a 2007, a LSO desenvolveu e administrou a maior fazenda de criação de camarão marinho do Leste da Indonésia, e atualmente gerencia doze fazendas “AquaVillage” na Ásia. Além disso, este ano construirá uma nova indústria de processamento na Indonésia, utilizando fundos de investimento provenientes, principalmente, de Cingapura.

A Lim Shrimp Organization oferece serviços ligados à aquicultura visando desenvolver países que busquem soluções para seus problemas sociais e econômicos através do cultivo de organismos aquáticos. Neste sentido, a empresa evoluiu para ser um “Promotor do Empreendedorismo Social”. A aquicultura é o instrumento utilizado para auxiliar na erradicação da pobreza, fornecendo às pessoas mais necessitadas habilidades e a oportunidade de possuírem e operarem suas próprias fazendas. Além de camarão, cultivam poliquetas, caranguejos, escargot, náutilos, pepino do mar, lagosta e diversas espécies de peixes.

Além disso, a LSO anunciou um novo projeto de cultivo de camarão em andamento na China, chamado de “LSO Yingkou AquaPolis”. Assinaram um acordo de 4,3 km² em terras industriais, no Parque Industrial de Yingkou, para construção de uma fazenda de camarão indoor, com troca zero de água. A primeira fase do projeto contará com 28 prédios de 3 andares com raceways. Entre as espécies a serem produzidas, destacam-se os pepinos do mar, que serão cultivados em alguns desses raceways.

O investimento inicial da primeira fase foi de US$ 14,7 milhões. Quando finalizado, será o maior sistema indoor em raceway aquícola do mundo, com mais de 2000 unidades e um investimento ao redor de US$ 900 milhões.

Fonte: Shrimp news