Principal Colunas Sob o olhar dos “gringos”

Sob o olhar dos “gringos”

Sob o olhar dos “gringos”
0

Mais uma vez a aquicultura brasileira mostra sinais de amadurecimento. Com a compra de umas das maiores empresas da carcinicultura brasileira pela CP Foods, uma das maiores do mundo, nossos organismos aquáticos mostram-se interessantes como  negócio para os grandes investidores mundiais da aquacultura.

O mesmo já aconteceu com a tilápia no caso da Tilabras, em que um dos maiores grupos mundiais da espécie iniciou seus investimentos  no Brasil. A Moluscos já foi sondada e até mesmo os desconhecidos mundialmente. Peixes Nativos do Brasil também já foram pontos de  pauta para grandes grupos mundiais interessados em investir na produção de pescado.

Esses fatos configuram-se como exemplos para os investidores brasileiros do agronegócio, que precisam olhar mais para o pescado e dar mais valor a este negócio que tanto entretém os estrangeiros. Parece que os potenciais brasileiros não são enxergarmos pelo grande  capital nacional muitas vezes.

Parece também que nossos governantes se cegam ao dar continuidade à insegurança jurídica que vivemos com a falta de regras claras e problemas de regularização de nossos empreendimentos.

O melhor de tudo isso é sabermos que estamos na puberdade, temos um longo caminho a ser percorrido para sermos grandes e fica claro que muitos bons de conta já viram isso.

A China que se cuide.

sob-o-olhar-dos-gringos
Figura 1. Camanor, uma das maiores empresas da carcinicultura brasileira teve parte das suas ações vendidas a um grupo estrangeiro. Na imagem, placa indicando o recorde de produção batido em 2017. © Aquaculture Brasil