Principal Notícias Cultivo de Camarões Itamar Rocha – Eles fazem a diferença

Itamar Rocha – Eles fazem a diferença

Itamar Rocha – Eles fazem a diferença
0

Na oitava edição da Revista Aquaculture Brasil, o homenageado na Seção “Eles fazem a diferença” foi Itamar Rocha. Uma personalidade que fez e continua fazendo a diferença, em especial, na carcinicultura.

Itamar nasceu no interior da Paraíba, acabou entrando no Primeiro Curso de Engenharia de Pesca por acaso, mas logo descobriu sua paixão pela carcinicultura, seguindo nessa área de trabalho em diversos países.

Ele entrou na Associação Brasileira de Criadores de Camarão em 1984, como Diretor Técnico, e depois tornou-se presidente.

“Ser presidente da ABCC é um cargo pesado, pois as demandas são múltiplas e sempre exigem urgentes posições, por isso, poucos estão dispostos a encarar”

Ele foi um dos responsáveis pela organização da Associação, conseguiram estabelecer um fundo de recursos proveniente do Fundo de Ração, além disso conseguiram tirar o Brasil do dumping dos EUA. Outro legado é à atenção especial à capacitação, bem como códigos de conduta nos ambientes de trabalho. Tentaram também fazer certificações ao camarão brasileiro, mesmo não conseguindo, o camarão nacional ganhou respeito internacional nesse caminho. Afim de continuar com esse trabalho e mobilizar um maior número de pessoas, principalmente os carcinicultores, nasceu em 2004 a FENACAM.

Itamar afirma que o setor vai melhorar, devido a todos investimentos em fazendas de ponta, mais controladas, com berçários e até viveiros de engorda cobertos, a produtividade chega de 100 a 200 t/ha/ano de camarão, o que demonstra que o setor já está se recuperando de quedas anteriores na produção.

Itamar afirma também que é necessário um conhecimento técnico e comercial para o cultivo em sistema intensivo, pois tem-se um risco maior, com muito dinheiro aplicado.

Nessa entrevista, ele disse que ficaria até na ABCC por volta de março de 2018, para se dedicar a novos projetos, mas que não vai abandonar o barco!

Itamar considera a profissão de Engenheiro de Pesca a mais brilhante, em que os próprios estudantes poderão ser donos de seu negócio. Se fosse para voltar atrás, sem dúvidas Itamar escolheria fazer esse curso novamente.

“É a carreira de um futuro promissor, desde que, evidentemente, haja um efetivo despertar para a solução das suas prioritárias demandas!”

itamar-rocha-eles-fazem-a-diferenca