Principal Notícias Cultivo de Peixes Piscicultura no Paraná ganha incentivo com redução de ICMS

Piscicultura no Paraná ganha incentivo com redução de ICMS

Piscicultura no Paraná ganha incentivo com redução de ICMS
0

ICMS do estado cai quase pela metade nas operações que tenham como destino o mercado paulista

 

Em evento na região Norte do Paraná, o governador Beto Richa assinou no dia 23 de novembro um decreto que visa diminuir a carga tributária de 12% para 7% em produtos que tenham como destino o estado de São Paulo.

A medida, que já está em vigor, terá validade até 30 de abril de 2019 e garante a competitividade do produto paranaense em relação a outros estados que também praticam o comércio de pescado com o mercado paulista. “Fomos sensíveis a esta reivindicação. O Governo do Estado acompanha diversos setores e atividades econômicas para ajudar os que perdem competitividade fiscal”, afirmou o governador.

O decreto tem base na Lei 14.160, de 2003, que dispõe sobre a compensação fiscal ao contribuinte do ICMS que se julgue prejudicado pela concorrência no mercado nacional. A lei autoriza o Estado a conferir tratamento tributário diferenciado em relação ao ICMS a fim de garantir a competitividade da produção paranaense, segundo a agência de notícias do Paraná.

O estado é o maior produtor de peixes, segundo dados da Associação Brasileira de Piscicultura (Peixe BR). Só no ano de 2016 foram cerca de 93 mil toneladas produzidas, 17% a mais que no ano anterior.

A produção cresce em todo o Paraná, porém de forma mais intensa em dois grandes polos: região norte e oeste do estado, conforme retratado em artigo da 5° edição (março/abril 2017) da revista Aquaculture Brasil. Sendo que, no polo situado na região norte do estado o sistema de produção é predominantemente em tanques-rede. No polo situado na região oeste, o modo de produção é totalmente em viveiro escavado.

A espécie mais cultivada é a tilápia (cerca de 90%), e no total, a produção proveniente da piscicultura gerou ao estado um valor bruto de R$ 425,6 milhões em 2014.

Continue lendo mais informações sobre a piscicultura no estado do Paraná no artigo da 5° edição da revista Aquaculture Brasil.