Principal Colunas O que é desinfecção?

O que é desinfecção?

O que é desinfecção?
0

Desinfecção

Desinfecção pode ser descrita como a redução de microrganismos como bactérias, vírus, fungos e parasitas a uma determinada concentração. É bastante comum encontrar indicações para esterilização, que consiste na eliminação de todos os microrganismos da água. Em aquicultura, a meta é conseguir reduzir o risco da transferência de uma doença infecciosa através da água, para um nível aceitável, ou seja, a desinfecção. Outro ponto a ser considerado é o nível de inativação ou remoção desses microrganismos. Normalmente, trabalha-se com uma expectativa de redução entre 99 e 99,99% do total de microrganismos. Esse termo não indica a quantidade de organismos restantes, mas sim a quantidade reduzida da concentração inicial.

Luz UV-C

A luz ultravioleta é uma radiação eletromagnética com um comprimento de onda de 1-400 nanômetros. A habilidade da luz UV de inativar e destruir microrganismos varia com o comprimento de onda e com o microrganismo a ser inativado. O comprimento de onda mais eficiente para desinfecção está entre 250 -270 nm, localizado na banda C. A Luz UV irá danificar o material genético (DNA e ou RNA) dos microrganismos através da destruição das cadeias, que resultará em inativação e morte dos organismos. A dose de radiação é dada em μWs/cm² (microwatt por segundo por centímetro quadrado), que é a intensidade de radiação por unidade de área. É possível encontrar a dose requerida para a inativação de diversos organismos que afeta a produção de pescado. De forma geral, vírus e bactérias necessitam de doses entre 2.000 e 10.000 μWs/ cm² para inativar 90% dos organismos; fungos demandam doses entre 10.000 a 100.000 e parasitas pequenos, doses de 50.000 a 200.000 μWs/cm².

Muitas instalações possuem equipamentos de desinfecção por UV-C, mas continuam apresentando queixas antigas, relacionadas a baixa eficiência e ocorrência de patógenos facilmente tratáveis. Normalmente esses problemas ocorrem por uma má seleção do equipamento. A grande maioria dos equipamentos disponíveis no Brasil não descreve a capacidade dos seus equipamentos pela dose, o que deveria ser obrigatório. Normalmente são apresentados diferentes potências de lâmpadas “x” por uma determinada vazão de água, ou pior ainda, por um volume, sem qualquer menção a dose aplicada. Com isso, muitos sistemas operam com doses desconhecidas e abaixo do necessário para a inativação do microrganismo alvo.

O uso combinado de um bom filtro mecânico para a remoção de sólidos e matéria orgânica, irá deixar a água com maior transmitância e uma carga bacteriana mais baixa, otimizando o uso do sistema de desinfecção UV-C.

A Altamar possui uma linha exclusiva de equipamentos de desinfeção UV-C para aquicultura que podem ser facilmente dimensionados para atender diversas vazões em diferentes exigências de doses, podendo ser utilizados de forma segura em sistemas de abastecimento ou recirculação de água

Figura © Altamar